Reunião administrativa de julho da Abruem será na sede da Uerj

Transferência para o Rio tem por objetivo chamar a atenção para a crise das universidades

Nesse mês de julho, pela primeira vez, uma reunião administrativa da Abruem (Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais) será realizada fora da sede da Associação, localizada em Brasília. No próximo dia 21, os reitores das 45 instituições de ensino superior afiliadas à Abruem vão se encontrar, a partir das 14h, na sede da Uerj (Universidade do Estado do Rio de Janeiro).

O presidente da Abruem, reitor Aldo Nelson Bona (Unicentro – Universidade Estadual do Centro-Oeste), explica que, já há algum tempo, a possibilidade de que as reuniões administrativas sejam itinerantes vem sendo discutida internamente na Associação. Agora, porém, com o agravamento generalizado da crise das universidades do sistema estadual decidiu-se pela realização no Rio de Janeiro.

“No contexto da atual crise que vivem as nossas universidades, com um maior conhecimento nacional da situação do Rio de Janeiro – em razão da maior divulgação na mídia da crise da Uerj, com panorama idêntico nas outras duas instituições do Estado, a Uenf (Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro) e a Uezo (Centro Universitário Estadual da Zona Oeste) -, a gente lançou a a proposta, a ideia de fazer essa reunião como um ato político”, explicou Bona.

Segundo o reitor da Uerj, professor Ruy Garcia Marques, a Universidade do Estado do Rio de Janeiro atravessa a maior crise da sua história, em quase 67 anos de existência. “O momento atual tem sido muito duro para todos nós – incluindo nossas coirmãs Uenf e Uezo -, com o atraso no pagamento dos salários se cronificando e atingindo um patamar insuportável para quase todos nós. Apesar das aulas estarem ocorrendo nas três instituições, é importante ressaltar que a situação existente não está normal. Nesse contexto, é de suma importância a opção da Abruem pelo nosso Estado para a realização da sua próxima reunião”, avaliou.

A reunião terá dois momentos. Um inicial, às 14h, voltado para a deliberação das questões administrativas da Abruem. Já na segunda parte, com início às 15h30, a reunião será aberta às comunidades universitárias e em geral e, também a imprensa. “Nós faremos uma discussão com a comunidade acadêmica local, com a presença das instituições pertencentes à Abruem, sobre o momento atual que vivemos nas nossas universidades estaduais e municipais, e de modo particular a situação que vivem as universidades estaduais do Rio de Janeiro. Esse debate buscará construir agendas de discussão e de negociação com os governos estaduais para a superação dessas crises, reforçando o papel das nossas universidades como fundamental, importante e decisivo no desenvolvimento de todas as regiões e dos estados, uma vez que nossas instituições são bastante interiorizadas. E é essa defesa do papel das universidades estaduais no desenvolvimento da população, no desenvolvimento das regiões que deve, no nosso ponto-de-vista, pautar o debate entre universidades e governos para a superação desta crise”, detalhou o presidente da Abruem.

A reunião de julho será realizada na sede da Uerj, que fica na rua São Francisco Xavier, 524, no Maracanã. Debates ocorrerão no Bloco F, Sala 14

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *