Presidente da Abruem participa de Encontro organizado pela Iesalc/Unesco

Evento também teve como convidada a reitora da UEL, representando a Zicosur

O Instituto Internacional para a Educação Superior na América Latina e Caribe (Iesalc), braço da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco), realizou nos próximos dias 28 e 29 de agosto, em Porto Alegre, o VIII Encontro de RedES (Redes de Educação Superior) Universitárias e Conselhos de reitores da América Latina e Caribe. A reunião foi uma das etapas de preparação para a III Conferência Regional de Educação Superior, que terá como sede a Universidade Nacional de Córdoba, na Argentina, em 2018. A CRES é realizada a cada dez anos e tem como objetivo, segundo o diretor do Iesalc/Unesco, Pedro Henriquez Guajardo, discutir e acordar estratégias que permitem continuar a desenvolver e fortalecer a edução superior na América Latina e no Caribe.

A Abruem (Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais) foi convidada a participar, pela primeira vez, do Encontro. Para o presidente da Associação, reitor Aldo Nelson Bona (Universidade Estadual do Centro-Oeste, Unicentro), a presença da entidade foi fundamental, tendo em vista que a Associação e o sistema estadual de educação superior brasileiro era desconhecido dentro do conjunto de redes universitárias da América Latina e do Caribe.

“O fato de ter apresentado a Abruem e de ter pontuado, marcado alguns posicionamentos da Associação em relação ao financiamento da Ciência e Tecnologia no país, em relação à preocupação com o desmonte vivido particularmente no ano passado e nesse ano, com as restrições orçamentárias do Ministério de Ciência e Tecnologia e Inovação e Comunicação; ao demarcar claramente um posicionamento em relação a essa realidade, nossa Associação passou a ser bastante conhecida a ponto do presidente do Iesalc/Unesco dizer que a Abruem jamais será esquecida na organização dos próximos eventos e debates sobre essa temática, visto que foi a primeira vez que a Associação foi convidada, mas que dada a sua importância será convidada sempre”, destacou.

Aldo Bina participou de painel sobre Inovação (Foto: Marcio Fernandes)

O presidente da Abruem apresentou propostas para os debates do Cres 2018 (Conferência Regional de Educação Superior). Para isso, atuou como painelista da mesa “Educação Superior: Inovação, ciência e tecnologia”, uma das cinco que integravam o evento. Na ocasião, Bona, inicialmente, fez uma rápida apresentação da Abruem seguida da exposição de dados sobre a conexão entre a presença de uma universidade pública e o desenvolvimento da região, a partir do exemplo do estado do Paraná. Como o foco central da mesa era inovação, o presidente da Abruem explanou, sobretudo, sobre a participação do Brasil na produção do conhecimento e da inovação e sobre a posição mundial do país, tomando como fonte os dados registrados na base Scopus de indexação.

“É um critério de mensuração que permite fazer a discussão de que estamos bem em produção científica, mas não estamos bem em produção de inovação. Apresentei esses dados, coloquei essas questões todas, essa discussão toda para, depois, debater especificamente a importância da inovação e responder as sete perguntas que foram propostas para a mesa, a partir dessa realidade de contextualização que apresentei”, explicou Aldo. Assim, “fui pontuando elementos que, do meu ponto-de-vista, são importantes para figurar na mesa de debates da CRES”.

A partir da exposição, Abruem foi convidada, também, a partir da Cres 2018 (Foto: Marcio Fernandes)

As discussões e encaminhamentos da Conferência Regional de Educação Superior, por conseguinte, definirão a posição da América Latina e do Caribe para a Conferência Mundial de Educação Superior, a ser realizada em Paris, em 2019 ou 2020.

O sistema estadual de edução superior brasileiro contou, ainda, com uma segunda representante no VIII Encontro de RedES (Redes de Educação Superior) Universitárias e Conselhos de reitores da América Latina e Caribe. A reitora da Universidade Estadual de Londrina (UEL), Berenice Jordão participou, também como convidada, representando a Rede Zicosur Universitária – que congrega universidades do Brasil, da Argentina, do Paraguai, da Bolívia e do Chile –, da qual é presidente. “Dentro do contexto da nossa participação, foi muito importante esse conhecimento sobre as demais redes. A participação da Zicosur Universitária foi de grande interesse de muitas pessoas que estavam ali participando, já que muitas não conheciam nossa rede e nosso trabalho, sobretudo no estímulo ao intercâmbio entre professores e estudantes das nossas instituições”, destacou Berenice.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *