Austrália 2017: atividades dos dias 18 e 19 de outubro

Após três dias em Queensland, comitiva dirige-se à Sydney

Em seu quarto dia na Austrália, os reitores, vice-reitores e diretores de escritórios de Relações Internacionais das universidades afiliadas a Abruem (Associação Brasileira de Reitores das Universidades Estaduais e Municipais) visitaram mais três universidades localizadas no Estado de Queensland. Novamente divididos em grupos conheceram as estruturas e trataram das possibilidades para o estabelecimento de parceria no âmbito da internacionalização do ensino superior na Southern Cross University, em Gold Coast; na University of Southern Queensland, em Toowoomba; e na Queensland University of Technology, em Brisbane.

Sydney é a segunda parada da comitiva da Abruem em missão técnica na Austrália

O grupo que realizou a visita técnica à University of Southern Queensland foi recebido pela reitora da instituição, professora Geraldine Mackenzie, e pelo diretor de Relações Internacionais, professor Talal Yusaf, além de pesquisadores da Universidade. Na conversa, segundo o reitor Aldo Nelson Bona (Unicentro – Universidade Estadual do Centro-Oeste), presidente da Abruem, “eles procuraram deixar claro que, em relação ao estabelecimento de parcerias, a preocupação principal não é a financeira. Estão abertos à cooperação e à busca conjunta de condições para que essa se concretize”.

A University of Southern Queensland é líder em estudos online. A presença de alunos de graduação e pós-graduação não é obrigatória. “A instituição tem matriculados doutorandos de outros países que se formam sem precisar vir à Australia. Normalmente, eles passam um período aqui, mas não são obrigados a vir”, relata Bona.

Nessa Instituição, se destacam as pesquisas em produção de produtos para suplementação alimentar, que são vendidos e geram receitas para a Universidade, e os estudos que buscam identificar porque a ocorrência de casos de câncer é maior no interior do que nas áreas urbanas.

19 de outubro

De Brisbane, capital do Estado de Queensland, a comitiva da Abruem seguiu para Sydney. Na cidade, a primeira parada, em 19 de outubro, foi na Western Sydney University, que conta com nove campi universitários e tem 28 anos. Apesar de jovem, a Instituição tem excelência em 80% de suas 20 áreas de pesquisa, que contam com conceitos 4 e 5 (numa escala que vai de 1 – a nota mínima – a 5 – a máxima). Após a recepção oficial, os grupo se dividiu em dois, para discussões mais aprofundadas em Cultura e Sociedade e em Agricultura e Meio Ambiente.

Western Sydney University foi primeira Instituição visitada no segundo destino da comitiva na Austrália

O Instituto de Cultura e Sociedade foi apresentado pelo seu diretor, professor Paul James, Ele ressaltou que as pesquisas desenvolvidas ali são engajadas, tanto com pessoas como com o mundo, objetivando gerar impactos positivos. Por isso, eles também se dedicam a mensurar qual o impacto que essa pesquisa tem no mundo e na cultura, a partir de uma plataforma digital. O conceito de “círculo de sustentabilidade” foi criado pelo pesquisador. Para ele, a sustentabilidade de uma cidade não está amparada somente na questão ecológica ou econômica, envolvendo também questões políticas, educacionais, culturais, entre outras.

A partir da explanação, o reitor Jairo Costa (Uneal – Universidade Estadual de Alagoas) deu início as tratativas para que as universidades firmem parceria, objetivando a implantação do projeto de sustentabilidade em bairros pobres de Alagoas. O diretor de Relações Internacionais da Unesp (Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho), José Celso Freire Filho, propôs a organização de um workshop ministrado pelo professor Paul James, no Brasil. “A ideia é que seja realizado um treinamento para os prós-reitores de Extensão das universidades afiliadas à Abruem sobre a utilização dessa ferramenta de mensuração de resultados dos projetos sociais desenvolvidos”, explica.

Clique aqui e confira uma das apresentações das Western Sydney University.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *