Missão Hungria 2018: atividades 27, 28 e 29 de junho

Visitas técnicas foram realizadas em Budapeste, Dunaújváros, Szged e Sopron

As atividades da manhã da última quarta-feira, 27 de junho, dos reitores e demais membros da comitiva da Abruem (Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais) que está na Hungria, participando da Missão de Internacionalização 2018 da entidade, foram realizadas na cidade de Duanaújváros, na instituição de ensino superior de mesmo nome. Lá, a recepção e acolhida foram feitas pelo reitor da University of Dunaújváros, István András. Em sua fala, ele lembrou que 69 universitários brasileiros, bolsistas do Programa Ciências Sem Fronteiras, fizeram mobilidade na instituição e que, atualmente, recebe outros alunos do país, vai Erasmus +.

Na sequência, a vice-reitora de Relações Internacionais apresentou a Universidade, que fica localizada na região central da Hungria, em torno do Danúbio, numa pequena cidade, porém fortemente industrializada. Ela contou que a Instituição tem 18 mil alunos e seu foco é a graduação, sendo que os estudantes têm forte inserção na indústria local, onde realizam os estágios. A University of Dunaújváros possui acordos de relações internacionais com 52 países e tem interesse em expandir seu relacionamento com o Brasil. No momento, conta com 200 estudantes internacionais procedentes de 26 países. Para sua política de internacionalização são disponibilizados, anualmente, 140 mil euros.

A Instituição ainda tem como características a oferta de cursos de graduação e, também, de curta duração na modalidade de Educação a Distância, e quase todos eles são ofertados em inglês. Além disso, a Universidade cursos de verão, principalmente voltados para para estudo de línguas estrangeiras.

A visita técnica do período da tarde, ocorreu na Budapeste Business School/University of Applied Sciences, uma instituição pública tradicional, cuja faculdade de Comércio teve início em 1857. Atualmente, são quatro faculdade, 11 cursos de graduação, oito programas de mestrado, um de doutorado e 16 mil estudantes. Como vários de seus cursos são ofertados totalmente em inglês e/ou em alemão, é considerada a escola de negócios mais internacionalizada da Europa. Tem mais de 40 universidades parceiras, nos cinco continentes.

A Instituição prima por uma formação que motive e incentive o empreendedorismo, já que acredita no fim do emprego tradicional. Assim, trabalhar para alterar a visão predominante dos estudantes que, na maioria, pensa em ingressar em uma grande empresa e na formação dessa mentalidade também entre os professores são considerados seus maiores desafios.

Quinta-feira, 28 de junho

A agenda de visitas também começou fora de Budapeste, na University of Szged, localizada na cidade de mesmo nome. A instituição tem 23 mil estudantes e como meta atingir o percentual de 20%, entre os matriculados, de estrangeiros até o ano de 2020. Proporcionalmente, é a cidade mais universitária da Hungria, já que dos 120 mil habitantes, aproximadamente, 30 mil são membros da comunidade acadêmica (estudantes, professores e pesquisadores). A University of Szged é centro de excelência em várias áreas, com destaque para medicina molecular.

A Instituição, fundada em 1581, é formada por 12 faculdades e 52 cursos nas áreas de Humanidades, Artes, Letras, Agronomia, Engenharia, Odontologia, Ciências Sociais Aplicadas, Farmácia, Saúde e Ciências da Informática. Todas as faculdades estão internacionalizadas e oferecem cursos em inglês e em outros idiomas. No total, são 3.550 estudantes estrangeiros, a maioria romenos e alemães.

Sexta-feira, 29 de junho

As atividade de sexta-feira concentraram-se na Sopron University. A cidade de Sopron fica a 210 quilômetros de Budapeste e a 60 de Viena, e tem aproximadamente 65 mil habitantes. São quatro faculdades: Pedagogia, Engenharia Florestal, de Ciências da Madeira e Economia – todas com ofertas de disciplinas em inglês. Os dirigentes da Instituição reforçaram o interesse em parcerias, que possibilitem a dupla diplomação, tanto na graduação quanto na pós graduação.

Uma ideia sobre “Missão Hungria 2018: atividades 27, 28 e 29 de junho

  1. NORMA FONSECA DE GOUVEIA

    Excelente desempenho da Comitiva ABRUEM. Desejo que bons frutos continuem sendo alcançados para as nossas Universidades Estaduais e Municipais do Brasil

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *