Missão Internacional Hungria 2018: 06 de julho

Elte University foi a última instituição visitada pela comitiva brasileira

No último dia de visitas técnicas à universidades húngaras, os membros da comitiva da Abruem (Associação Brasileira das Universidades Estaduais e Municipais) estiveram na Elte University. Na Instituição, participaram de uma conferência sobre internacionalização da Educação Superior. Mais uma vez, assim como em outras universidades visitadas, foi ressaltado que o governo húngaro mantém um programa de bolsas de estudo exclusivo para estudantes brasileiros, o Stipendium Hungaricum, que beneficia 250 alunos por ano, sendo que 100 benefícios são destinados a graduando, 120 para mestrandos e 30 para doutorandos.

Para a Elte University um fator que dificulta o processo de internacionalização das universidades – tanto na atração de estudantes e pesquisadores, quanto do envio – é o não domínio da língua inglesa, o que impede, por exemplo, os processos de mobilidade. A palestra ressaltou, ainda, a importância do estabelecimento de um pacto de dedicação entre investigadores, professores e gestores, que seria decisivo para avançar o processo de internacionalização.

O diretor de Relações Internacionais da Unesp (Universidade Estadual Paulista), José Celso Freire Júnior, que apresentou a Abruem, destacou a importância que as instituições afiliadas vem dando à internacionalização e, também, ressaltou o papel fundamental da mobilidade de professores e estudantes neste processo. Para estimular as parcerias entre as instituições brasileiras e hunguras, José Celso esmiuçou o funcionamento do sistema de educação superior no Brasil, diferenciando por exemplo os sistemas público e privado. Também falou sobre das similaridades entre as áreas prioritárias de pesquisa no Brasil e na Hungria.

Em seguida, o secretário geral da Conferência de Reitores da Hungria fez uma apresentação sobre as fases da cooperação entre Brasil e Hungria, que iniciou em 1992, após o processo de democratização do país. Por fim, os reitores foram levados ao Centro de Estudos Brasileiros e o Centro de Estudos Portugueses, mantidos pela Elte University e que trabalham com a difusão da língua portuguesa e da literatura dos dois países.

Vale ressaltar que a Elte mantém uma parceria com a Universidade Estadual do Ceará (Uece) e concedeu o título de doutor Honoris Causa ao reitor da Instituição cearense, professor Jackson Sampaio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *