Nova diretoria da Abruem toma posse em Brasília

A diretoria toma posse para o biênio 2018-2020

Nova diretoria da Abruem toma posse

A cerimônia de posse da nova presidência da Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais (Abruem) foi realizada na terça-feira, 21, em Brasília. Foram empossados como presidente e vice-presidente, respectivamente, o reitor da Universidade Estadual de Goiás (UEG), Haroldo Reimer, e o reitor da Universidade Estadual da Paraíba, Rangel Júnior.

Os novos membros foram eleitos durante o último Fórum Nacional de Reitores, realizado em Florianópolis. O mandato é de dois anos.

Segundo Haroldo Reimer, liderar a Abruem será uma oportunidade de contribuir com as boas práticas de gestão já exercitadas na UEG nos últimos seis anos. Contudo, também será um desafio, especialmente neste momento em que o Brasil vive um clima geral de contingenciamento de orçamento, tanto na esfera federal quanto nos estados.

“Fico feliz em assumir a presidência da Abruem e honrado com os votos dos meus colegas reitores, mas sei que será desafiador. Teremos que trabalhar para manter o regime colaborativo entre as universidades associadas e a visibilização das mesmas e da Associação como um todo. Também teremos que exercitar a motivação para continuar participando dos eventos e estabelecendo as reivindicações junto aos governos e às agências de fomento, a fim de que as importantes contribuições das universidades estaduais e municipais possam ter plena continuidade, com respaldo e reconhecimento”, salienta o presidente.

Em sua fala, o ex-presidente da Abruem, Aldo Nelson Bona, reitor da Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná, agradeceu a todos os presentes e a oportunidade de ter ficado, nos últimos quatro anos, à frente da Associação. “Nos últimos anos o que fizemos foi buscar cada vez mais aproximar a Abruem das instancias do governo federal, das agências de fomento, para que as demandas de nossas instituições fossem acolhidas e obtivessem frutos”, destacou.

Aldo Nelson Bona entrega a Haroldo Reimer escritura da nova sede da Abruem

Durante o evento, Aldo Nelson Bona passou às mãos do presidente empossado a escritura da nova sede da Abruem “Desde a fundação da Abruem, passava-se a pensar em uma sede própria em Brasília. Este processo foi concluído no dia de hoje, quando assinamos a escritura de posse de duas salas. Podemos, a partir desta nova sede, dizer que a Abruem está preparada para também oferecer mais serviços a suas afiliadas”, explicou.

Educação Superior Pública

Um dos assuntos destacados durante a cerimônia de posse foi a defesa da educação superior pública no Brasil, tendo em vista o contexto de dificuldades que o setor tem sofrido nos últimos anos. “Essa gestão que se inicia agora na Abruem deve continuar a defesa contundente de que o desenvolvimento e futuro do Brasil estão amparados no financiamento adequado às universidades públicas”, afirmou a reitora da Universidade Estadual de Santa Cruz, Adélia de Carvalho, ex-vice-presidente da Abruem.

Para Aldo Nelson Bona, a educação superior não deve ser considerada mercadoria. “A educação superior deve ser preservada como um bem social. E isso é dever do estado e direito de quem não pode pagar”, destacou.

De acordo com o presidente da Abruem, Haroldo Reimer, o momento político no Brasil é desafiador, com inúmeros elementos que ameaçam a expansão de investimentos em ciência, tecnologia e inovação. “A produção intelectual brasileira é feita de forma predominante nas instituições públicas. Por isso, vamos trabalhar em espírito colaborativo, sabendo que não estamos defendendo só a nós, mas a um modelo de desenvolvimento que coloca educação, ciência, tecnologia e inovação como forças motrizes para o acesso ao bem estar com dignidade”, salientou.

Portas Abertas

Entre as autoridades que participaram do evento de posse estão o secretário executivo do Ministério da Educação, Henrique Sartori, o presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Mario Neto Borges, o presidente do Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras (Crub), Benedito Guimarães, e o diretor de Educação à distância da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Carlos Cezar Lenuzza.

De acordo com Henrique Sartori, a agenda de trabalho do Ministério está aberta para receber a Abruem. “Reafirmo o compromisso do Miistério da Educação para com a Abruem e a importância das universidades estaduais e municipais para o nosso sistema educacional como um todo”, destacou.

Para o presidente do CNPq, a Abruem tem um papel fundamental no País por sua capilaridade. “Temos que ter esse olhar de levar a ciência brasileira a todos os estados do Brasil e a Abruem, por meio de suas associadas, tem feito isso. Um dos pilares que nos une é usar a ciência desenvolvida aqui para a solução dos problemas brasileiros e também para a geração de riquezas”, salientou Mario Neto ao destacar que as portas do CNPq estão abertas para a Associação.

Já o diretor da Capes, Carlos Lenuzza, afirmou que o trabalho da Abruem sempre foi muito integrado com os diversos órgãos do Ministério da Educação e que a Capes quer cada vez mais estreitar essas relações. “Queremos ter na Abruem uma parceira de toda hora, principalmente no que tange à defesa dos aspectos educacionais, da pós-graduação brasileira e da formação de professores”, disse o diretor.

A Abruem

Ao todo, 46 IES são associadas à Abruem. O objetivo principal da Associação é aprofundar permanentemente as discussões de temas prioritários para a agenda do Ensino Superior, almejando a harmonia entre ensino, Pesquisa, Extensão, Inovação e Internacionalização. A rede de Instituições de Ensino Superior (IES) da Abruem representa 35% das matrículas do ensino superior público, quase 50% da produção intelectual do País.

A diretoria da Abruem para o biênio 2018-2020 tem como membros do Conselho Deliberativo os reitores Adélia Maria Carvalho de Melo Pinheiro (Uesc – Universidade Estadual de Santa Cruz), Arisa Araújo da Luz (UERGS – Universidade Estadual do Rio Grande do Sul), Francisco de Assis Carvalho Arten (UniFae – Centro Universitário das Faculdade Associadas de Ensino).

Integram o Conselho Fiscal os reitores Gustavo Pereira da Cista (Uema – Universidade Estadual do Maranhão), Marcus Tomasi (Udesc – Universidade do Estado de Santa Catarina) e Sebastião Lázaro Pereira (UniRV – Universidade de Rio Verde).

A diretoria conta ainda com três suplentes para cada um dos dois conselhos. Deliberativo: Rubens Cardoso da Silva (Uepa – Universidade do Estado do Pará), Fábio Edir dos Santos Costa (UEMS – Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) e Pedro Fernandes Ribeiro Neto (UERN – Universidade do Estado do Rio Grande do Norte). Fiscal: Ita de Fátima Silva Assis (Unifimes – Centro Universitário de Mineiros), José Alfredo de Pádua Guerra (Uni-Facef – Centro Universitário Municipal de Franca) e Aldo Nelson Bona (Unicentro – Universidade Estadual do Centro-Oeste).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *